Despedidas são, quase que intrinsecamente, difíceis. Principalmente quando elas são relacionadas a coisas que amamos, a pessoas que não queremos deixar pra trás, a lugares que marcaram nossa vida. E é nesse momento tão complicado da vida que Sophia, a protagonista desse livro, está. Ela mora em Tóquio e acabou de descobrir que, em uma semana, ela vai se mudar, deixando para trás seus amigos e a vida que conhece. Sabendo da sua mudança iminente, ela decide curtir ao máximo seus últimos dias na cidade que ela carrega no coração. Acontece que é justo nessa última semana que ela reencontra Jamie e, nessa aventura para desbravar Tóquio antes de se despedir, Sophia se vê obrigada a também desbravar seus sentimentos e colocá-los em ordem. O que, obviamente, não será fácil.

Os personagens desse livro são todos peças importantes dessa história que vai muito além do adeus. Os melhores amigos de Sophia, Mika e David, são raios de energia que movimentam a vida da menina quando nem ela queria ser movimentada. Alison, a irmã mais velha da protagonista, é outra personagem incrível que nos faz ansiar por suas partes da história.

E, é claro, temos Jamie. Confesso que passei o livro todo torcendo para que eles não se entendessem romanticamente, porque não tem nada pior que se despedir de quem se ama, né? Mas o personagem tem sua cota de importância na história e é bem construído, apesar de eu ficar torcendo que ele não fosse – só pra eu não sofrer no final.

Acho que esse livro é emocional acima de tudo. Imagina, 7 dias antes de uma mudança radical seus nervos e sentimentos ficam a toda, né? E isso fica bem claro em toda a narrativa, que tem um tom divertido e meio aventureiro e nos leva por cada cantinho de Tóquio. Quase nada acontece como Sophia planeja mas, no fim das contas, as coisas acontecem da maneira certa – bem como acontece na vida, né? Com muita diversão, Adeus, Tóquio é uma ótima pedida para quem adora uma boa história alegre e cheia de sentimentos.