Ana é uma menina com pais super controladores, um futuro completamente traçado – mesmo que não seja o futuro que ela quer – e um medo enorme de falhar.

Já Zak é completamente o oposto. Seu pai morreu quando ele era mais jovem e sua mãe se casou novamente, com um cara que ele não curte muito. Tem uma enorme necessidade de se comunicar e por isso esta sempre rodeado de amigos, mas não liga muito pra escola e não vê muito futuro pra si mesmo além de uma faculdade comunitária perto de casa.

Quando Zak é descoberto pela professora Porter entregando um trabalho completamente copiado da Wikipédia, com os links ainda, inclusive, ele acaba sendo obrigado a participar de um campeonato nerd para não ser reprovado na matéria.

Para Ana, esse campeonato é super importante porque é quando ela consegue mostrar para sua família do que é capaz. Ana é a líder dessa equipe e não fica nada contente em ter Zak no meio dela, já que ele nunca ligou pra nada relacionado aos estudos e seria um peso morto na competição.

Zak não fica nem um pouco feliz com esse campeonato porque vai ser no mesmo fim de semana de uma convenção de quadrinhos que ele participa todo ano. É o momento mais esperado do ano para Zak, seu lugar-feliz, onde para de pensar em todos os problemas do “mundo real”. Ele passa então a viagem inteira falando desse evento para Clayton, irmão mais novo de Ana, que fica super curioso.

 

 

E é aí que começam os problemas deles. No fim do primeiro dia de competição, o irmão de Ana foge para a convenção e Ana fica desesperada. Zak, se sentindo culpado por ter falado do evento pro menino, se oferece pra ajudar a procurar, já que ele conhece a convenção como a palma da mão dele. E assim começa um aventura bem louca.

Se metendo em uma confusão atrás da outra, para resgatar Clayton, Ana e Zak passam a conhecer o mundo um do outro, seus medos e seus problemas pessoais e familiares. Com um toque de romance, mas não tendo ele como ponto principal, o livro conta com descobertas sobre amizade, confiança e responsabilidades e também de saber aproveitar a vida.