IMG_9975
Zoe
tinha o sonho de abrir sua delicatéssen, onde poderia vender refeições pré-cozidas, proporcionando para as pessoas a chance de levar comida de qualidade para casa, ao invés das congeladas. Mas Zoe nunca trabalhou profissionalmente com a culinária. Assim, quando a chance de participar de um Reality Show gastronômico, ela não a deixa escapar, principalmente quando considera o prêmio final, que era uma quantia de dinheiro tão grande que a permitiria realizar seu sonho.

Quando ela consegue sua vaga no programa, ela não imagina o que a espera por lá. Para começar, ela tem que conviver com Cher, uma participante perigosa e muito traiçoeira, que vai fazer de tudo para que Zoe perca sua chance na competição. Além disso, Zoe tem que se preocupar com diversos aspectos enlouquecedores da competição, que envolvem o desenvolvimento de cardápios fora do comum, da utilização de ingredientes fora do comum e da apresentação, que devia sempre ser impecável, aos jurados. Inclusive, tudo fica ainda mais complicado quando Zoe acaba se envolvendo com Gideon, um dos jurados. Consegue imaginar?

O relacionamento dos dois poderia fazer com que ela perdesse sua vaga na competição – e, com isso, a chance de realizar seu sonho. Além disso, prejudicaria também a Gideon, que teria sua reputação manchada. Mas o coração fala mais alto que o resto. Agora só resta aos dois esperar que a competição acabe sem mais problemas.

O que, obviamente, não acontece.

IMG_9976IMG_9977IMG_9979IMG_9980

A história de Uma Pitada de Amor gira toda ao redor desse enredo aí de cima. E é bem contexto de reality show mesmo: muita picuinha, muitas ciladas, muitos problemas aparecem no caminho. Principalmente se considerarmos que Zoe é uma pessoa muito boa, daquelas que tá sempre disposta a ajudar – mesmo que acabe se prejudicando no processo. Assim, por mais que algumas situações fossem injustas, ela acabava saindo prejudicada por não saber ser nada além de boa.

Além disso, o programa acabou sendo uma bagunça sem igual. Nunca tinha imaginado que um programa poderia ter tantos desastres juntos

Por eu adorar reality shows, fiquei ansiosa para ver como uma competição de culinária seria abordada na obra, entretanto, novamente, achei que a autora deixou a desejar. O evento todo em si foi super desorganizado e pareceu tão irreal, que foi difícil para eu me entusiasmar. Enquanto lia só pensava “até parece que isso ia acontecer num programa como esse”.

Sem contar que, lá pelas tantas, tive a impressão de Katie ter perdido o foco do enredo e ter ficado confusa sobre se desenvolvia uma história de amor entre os personagens ou se, se atinha, apenas ao concurso de comida. Sério, não aguentava mais ouvir as lamúrias de Zoe a respeito de Gideon. Preferia muito mais que a paixão surgida entre os dois tivesse se mantido a nível platônico, com uma carga de tensão maior no ar, do que ter descambado para uma paixonite aguda de colegial.

Mas, o pior para mim, foi o final! Como assim a Zoe se deixou ludibriar daquela maneira? Ok, depois de tudo ter sido “fácil” demais, sabia que viria um fator para complicar a história, mas precisava ser um elemento tão forçado e clichê?

Em suma, o que posso dizer para vocês é que o livro é fofinho e sei de muitos que gostaram da história. Para mim ele não serviu. Não ri uma só vez e não consegui criar nenhuma conexão com os personagens ou com a escrita da autora. Porém, deixo a cargo de vocês decidirem se querem ou não lê-lo, tendo em vista de que gosto é algo muito pessoal.