IMG_9794
Não leio auto-ajuda quase nunca, e os motivos me escapam agora. Acho que simplesmente não encontro com frequência títulos desse gênero que me interessem de verdade – e confesso que me traumatizei depois de gastar 39,90 em O segredo quando eu tinha 15 anos, pra ele me dizer para mentalizar coisas.Quando Design Interior chegou aqui em casa, foi amor a primeira vista.Com um projeto gráfico incrível, o livro vai nos mostrando que, para ter um estado mental saudável e claro, é preciso desejar isso. Nossa mente precisa ser limpa de vez em quando assim como nosso quarto: tirar as tranqueiras, manter o que realmente nos faz bem.IMG_9795 IMG_9796IMG_9797IMG_9800IMG_9798
E é isso que a autora, Barba Sophia Tammes, nos faz perceber. Comparando nossa mente à casa dos sonhos, ela vai nos ajudando e estimulando nossa criatividade para que possamos criar a casa dos sonhos na nossa mente. E aí, cada comodo tem um papel importante nessa faxina, assim como a casa nos mostra que, assim como as nossas mentes, está em constante mudança.

As atividades propostas pelo livro são todas tão relaxantes e gostosas de fazer que você não tem como sair sem se sentir transformada, nem que seja um pouquinho. A comparação de elementos da nossa vida com os cômodos de uma casa fazem que a gente perceba com mais clareza o que devemos mudar, com metáforas que são compreendidas facilmente.Segui várias das instruções e reflexões que o livro propõe, e o resultado foi uma mente – e uma casa também – mas felizes e tranquilas. Esse livro é uma delícia, e todo mundo pode ler porque quem nunca teve um quarto bagunçado que não sabia nem por onde começar a faxina, né?