kimmy-schmidt-netflix
Netflix já se tornou meu lugar preferido para novas séries. Basta eles anunciarem uma novidade e lá estou eu, fazendo maratonas de fim de semana. Esse ano, Leticia e eu assistimos Demolidor, Sense8 e Unbrekable Kimmy Schmidt, que é nosso amor atual. Não tem como não amar essa série, gente. Ela é divertida, inteligente e bem fora dos clichês que a gente sempre encontra.

Resumindo a proposta da série, podemos dizer que a Kimmy, protagonista da série, viveu 15 anos presa em um Bunker com outras três mulheres. Elas foram sequestradas por um líder religioso maníaco e, por todo esse tempo em que estiveram presas, foram convencidas de que o mundo tinha acabado e que ele as protegia do caos que o apocalipse criara na terra.
tumblr_nkw8b56FJy1qc8jh0o1_500
Só que um dia elas são resgatadas e, sabendo que tinha perdido quinze anos de sua vida, Kimmy não quer perder tempo. Por isso, ela decide ir morar em NY, e criar uma nova vida para si na cidade que nunca dorme.

Parece louco e é louco mesmo, o que torna Unbreakable Kimmy ainda mais interessante. A série é toda bem nonsense sabe, com coisas caricatas e divertidas com que esbarramos por aí. Pensa nos memes que você vê todo dia, as gírias, os estilos de vida absurdos: Tina Fey, a idealizadora dessa série, uniu tudo isso e transformou em uma série divertidamente brega.

Unbreakable-Kimmy-Schmidt-3

A Kimmy mesmo já é uma das razões para qualquer um amar a série. Forte, inteligente e amável, ela vai nos mostrando como tem coisas que achamos super necessárias que na verdade são bem dispensáveis, e também nos mostra como tem certas coisas que nunca mudam. Por ter vivido por 15 anos trancafiada num lugar sem contato com ninguém além das outras três mulheres, ela ainda vê o mundo pela ótica dos anos noventa, quando ela foi sequestrada. O que a torna um tanto ingenua e doce, mas não a faz ser fraca. Acho que uma das coisas geniais em Kimmy é como ela saber ser firme ou forte sem perder a fofura e o coração enorme que tem.

unbre_s1_004_h-e1425508608776

Outra coisa sensacional é como o girlpower é super presente na série, o que me faz querer abraçar Tina Fey e sua genialidade. É bem difícil encontrar séries divertidas com essa pegada feminista, então Unbreakable Kimmy acaba sendo um Oásis nesse deserto que é a industria hollywoodiana quando se trata de programas inteligentes e divertidos. Ela tem vários discursos de empoderamento, daqueles que te faz querer levantar da cadeira e fazer tudo que sempre sonhou porque, afinal de contas, você pode! Aqui encontramos piadas e sarcasmo, mas elas são sempre direcionadas para quem ofende, e não para quem é normalmente ofendido. Então, ao assistir Unbreakable Kimmy, você acaba se sentindo entre amigos.

giphy-1 (1)

Outro destaque muito importante deve ser dado a Titus, o cara com quem Kimmy divide um apartamento em NY. Ele é divertido, escandaloso e maravilhoso. Imagina um personagem gay, negro e gordo, que é uma diva absoluta: esse é Titus. Toda vez que ele entra em cena seu quarto vai automaticamente ficar repleto de glitter, porque é isso que ele causa por onde passa. Simplesmente genial.

Unbreakable Kimmy Schmidt tem uma temporada de 13 episódios, com 20 minutos cada, e vai te fazer dar boas risadas em cada um deles. Espero que vocês gostem tanto quanto a gente!