Se tem uma coisa que me deixou feliz nas coleções atuais das fast-fashion que eu amo (C&A, Marisa, Renner…) é que elas comprovaram algo que eu queria muito: A VOLTA DO XADREZ!
Se tem uma estampa que eu amo na vida é a estampa xadrez. Quando eu aprendi a costurar minha maior motivação era poder fazer minhas próprias camisas xadrez, porque na época elas custavam muito caro, quase não existiam opções no meu tamanho, e com o preço de uma camisa xadrez comprada na loja eu conseguia fazer umas quatro em casa. E, de tudo isso, a única coisa que sempre me irritou foi não saber explicar de que xadrez eu estava falando na minha conversa com minhas amigas. Xadrez de “toalha de piquenique” era o único que conseguíamos descrever, mas existiam dezenas de outras padronagens em xadrez existentes. E foi aí que eu decidi pesquisar alguns nomes.

Mas, com o tempo, eu acabei esquecendo o nome das padronagens. Quase não usava, e ninguém entendia de qualquer maneira, então tudo caiu em algum buraco negro da minha mente. E quando toda a loucura de não conseguir descrever o bendito xadrez voltou essa semana, eu acabei fazendo um mini guia para mim mesma. E decidi que estava mais que na hora de compartilhar minha compulsão com vocês. Então eu fiz um pouquinho mais de pesquisa, pra saber de onde tudo isso surgiu. O resultado vocês veêm aqui em baixo. 🙂

Tartan

É esse xadrez que vemos muito e que nos faz pensar nos escoceses e seus kilts. Bem, ele é realmente uma criação escocesa, e seu nome significa “tecido de lã leve” e, no século XVIII, servia para identificar os diferentes clãs escoceses.

Madras

É originário da Índia, e seu nome é uma homenagem à região de onde vem, Madras. É uma padronagem mais vista em coleções de primavera e verão, por normalmente serem coloridas e leves.

Vichy

Nossa amada padronagem de toalha de piquenique recebeu esse nome também em homenagem à sua cidade de origem, uma cidade francesa conhecida por produzir tecidos leves, que normalmente eram usados para aventais e camisas. É uma estampa amada por pin-ups, e normalmente intercalam alguma cor com branco, mesmo que existam variações bicolores.

Buffalo

Buffalo é uma versão maior da Vichy, em linhas mais grossas, e é considerada a estampa dos lenhadores. Normalmente encontramos isso em cobertores grossos e roupas flaneladas.

Glen Plaid (Príncipe de Gales)

Também é originária da Escócia, no século XIX. Ficou popular graças ao príncipe de Gales, Edward VIII, e por isso leva esse nome. Normalmente é encontrada em cores sóbrias e neutras.

Argyle

Essa estampa conhecida pelos suéteres nerds que balançam nossos corações , é toda feita por losangos preenchidos e feitos por uma única linha. Em cores neutras, na maior parte com uma cor um pouco mais viva, é a estampa mais fofa que existe no mundo nerd. Você encontra ela no inverno, em suéteres e meias principalmente.

Pied-de-Poule e Pied-de-Coq

Em branco e preto na maior parte das peças que você encontrar, essa é a famosa estampa de pé de galinha (a tradução do nome da padronagem). Essa estampa foi popularizada por Chanel. A diferença entre as duas estampas é que Pied-de-Poule (pé de galinha) é menor que a Pied-de-Coq (pé de galo) é a versão maior.

Burberry

Essa é a estampa que dez em dez pessoas conhecem, mas poucas sabem que ela é a marca registrada da grife Burberry.

Espero que tenham gostado – e que agora todo mundo saiba todos os tipos de padronagem xadrez.